quarta-feira, 5 de outubro de 2011

NÃO É TARDE DEMAIS!

Não é tarde demais para relembrarmos alguns fatos importantes sobre o cristianismo, como por exemplo:

• Jesus não veio para fundar uma religião por si só, mas para instalar a maneira ideal de buscar e servir a Deus.
• A Igreja sempre foi e será formada de homens – pecadores [redimidos], falhos, fracos e falíveis – portanto não se pode cobrar a perfeição de seus atos 100% do tempo.
• Nada é tão bom que não possa ser melhorado – com exceção da Palavra de Deus.
• Nem todo que diz: “Senhor, Senhor” entrará no Reino dos Céus.

Partindo dessas premissas podemos afirmar que não é tarde demais para, olhando o passado, fazermos estimativas acerca do futuro. Não é tarde demais para perceber que o nosso presente possui sinais evidentes de problemas; mas também não é tarde demais para buscarmos no SENHOR a solução de nossos desajustes cristãos.

Publiquei certa feita acerca da necessidade da volta dos iconoclastas. Não aqueles “quebradores de imagens” que invadiam as catedrais católico romanas a fim de quebrar os ícones religiosos instalados naqueles altares. Não!

Precisamos reverter a situação corrente de nossa geração que caminha a passos largos para uma falência generalizada de seu cristianismo hipócrita e cheio de promessas inviáveis de cumprir, pois “se é só para esta vida que esperamos em Cristo, somos de todos os homens os mais dignos de lástima.” (I Co 15:19)

Não é tarde demais para uma reforma cristã e uma volta a Palavra, pois em outras épocas a história da Igreja nos mostra que o quadro sombrio que apontava para o fim do cristianismo daquele tempo, foi revertido e transformado em um grande avivamento, sempre marcado pelo termo "sola scriptura" que é uma frase em latim, cujo significado é "somente a Escritura".

Segundo a Reforma (século XVI) é o principio no qual a Bíblia tem primazia antes a Tradição legada pelo magistério quando, os princípios doutrinários entre estas e aquelas forem conflitantes.

Por isso afirmamos que não é tarde para derrubarmos os mitos e fábulas acerca da prosperidade, quebra de maldição, determinismo, profetismo e outras idiossincrasias estranhas à Bíblia Sagrada.

Não é tarde demais, pois “ainda tem [muito mais que] sete mil que não dobraram os joelhos e nem beijaram a Baal”.

Ev. Sérgio Lenz – AD São José - SC

Para pensar!

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Curso Para Formação de Bons Maridos

Devido à complexidade e dificuldade de assimilação dos temas, os cursos terão um máximo de 08 (oito) participantes por sala. As inscrições estarão abertas durante a próxima semana.

SEGUEM OS TEMAS:


> TEMA 1 - Como se enche as fôrmas de gelo. (Passo a Passo, com > apresentação de slides).

> TEMA 2 - O rolo de papel higiênico: será que nasce no porta-rolo? (Mesa redonda)

> TEMA 3 - É possível urinar levantando a tampa e sem respingar no vaso?
(Práticas em grupo)

> TEMA 4 - Diferenças fundamentais entre o cesto de roupa suja e o chão.
(Desenhos e gráficos esclarecedores)

> TEMA 5 - A louça do almoço: levita sozinha até a pia? (Exemplos em vídeo)

TEMA 6 - Perde-se a identidade se não tiver na mão o controle remoto?
(Debate com um psicólogo)

> TEMA 7 - Fazer a mala: incompetência nata ou incapacidade mental progressiva? (Iniciação lúdica)

> TEMA 8 - Como aprender a encontrar coisas, começando por procurar no lugar certo em vez de remexer a casa toda aos gritos? (Passo a passo, e exercícios de memorização)

> TEMA 9 - Oferecer flores à namorada não é prejudicial à saúde.
(Gráficos e montagem audiovisual)

> TEMA 10 - Os verdadeiros homens também pedem orientações a estranhos quando se perdem. (Depoimentos verídicos de comprovados machos e conferência)

> TEMA 11 - O homem no lugar de co-piloto: é geneticamente possível não
dar compulsivamente palpites durante as manobras de estacionamento!
(Palestra e meditação em grupo)

> TEMA 12 - Aprendendo a viver: diferenças básicas entre mãe e esposa.
(Aula virtual com prática presencial)

> TEMA 13 - Como ser acompanhantes em shoppings, sem protestar.
(Exercícios de relaxamento e autocontrole)

> TEMA 14 - Como pensar com a cabeça de cima. (Apresentação de slides
mostrando onde ficam os neurônios)

> TEMA 15 - Como lutar contra a atrofia cerebral: recordar aniversários,outras datas importantes e telefonar quando se atrasa. (Dinâmica em grupo)

Encerramento com coffee break e entrega de diplomas.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Causas prováveis das principais doenças

A psicóloga americana Louise l. Hay afirma que todas as doenças que temos são criadas por nós mesmos e, que somos 100% responsáveis por tudo de ruim que acontece no nosso organismo.
Todas as doenças têm origem num estado de "não perdão". Diz Louise L. Hay.
Quando estamos doentes, necessitamos descobrir a quem precisamos perdoar. Quando estamos empacados num certo ponto, significa que precisamos perdoar mais. Pesar, tristeza, raiva e vingança são sentimentos que vieram de um espaço onde não houve perdão.
Perdoar dissolve o ressentimento.
A seguir ela elaborou a relação de algumas doenças e suas prováveis causas,
Reflita, vale a pena tentar evitá-las:

DOENÇAS/CAUSAS
ANOREXIA: Ódio ao externo de si mesmo.
ARTERIOSCLEROSE: Resistência. Recusa em ver o bem.
CÂNCER: Mágoa profunda, falta de perdão, tristezas mantidas por muito tempo.
FIBROMAS: Alimentar mágoas causadas por terceiros.
FRIGIDEZ: Medo. Negação do prazer.
INSÔNIA: Medo, culpa, falta de paz.
LABIRINTITE: Medo de não estar no controle.
NÓDULOS: Ressentimento, frustração. Ego ferido.
TUMORES: Alimentar mágoas. Acumular remorsos.
Curioso não?
Por isso vamos tomar cuidado com os nosso sentimentos...Principalmente daqueles que escondemos de nós mesmos.
'Quem esconde os sentimentos, retarda o crescimento da Alma'.
Remédios indicados:
Deus em sua vida,Auto Estima, Perdão, Amor, não paixão, mas amor, amor que deseja a felicidade do outro, amor que não vê defeitos, amor ao próximo, amor a Deus sobre todas as coisas.

terça-feira, 13 de abril de 2010

O que você vê?



Onde você vê um obstáculo,


alguém vê o término da viagem


e o outro vê uma chance de crescer.


Onde você vê um motivo pra se irritar,


Alguém vê a tragédia total


E o outro vê uma prova para sua paciência.


Onde você vê a morte,


Alguém vê o fim


E o outro vê o começo de uma nova etapa...


Onde você vê a fortuna,


Alguém vê a riqueza material


E o outro pode encontrar por trás de tudo, a dor e a miséria total.


Onde você vê a teimosia,


Alguém vê a ignorância,


Um outro compreende as limitações do companheiro,


percebendo que cada qual caminha em seu próprio passo.


E que é inútil querer apressar o passo do outro,


a não ser que ele deseje isso.


Cada qual vê o que quer, pode ou consegue enxergar.


"Porque eu sou do tamanho do que vejo.


E não do tamanho da minha altura."



Fernando Pessoa

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Sucesso X Valor

Um fazendeiro colecionava cavalos e só faltava uma determinada raça.

Um dia ele descobriu que o seu vizinho tinha este determinado cavalo.

Assim, ele atazanou seu vizinho até conseguir comprá-lo.

Um mês depois o cavalo adoeceu, e ele chamou o veterinário:

- Bem, seu cavalo está com uma virose, ? Precisa tomar este medicamento durante 3 dias, no terceiro dia eu retornarei e caso ele não esteja melhor, será necessário sacrificá-lo. Neste momento, o porco escutava toda a conversa.

No dia seguinte deram o medicamento e foram embora. O porco se aproximou do cavalo e disse:

- Força amigo! Levanta daí, senão você será sacrificado!

No segundo dia, deram o medicamento e foram embora.

O porco se aproximou do cavalo e disse:

- Vamos lá amigão, levanta senão você vai morrer !

Vamos lá, eu te ajudo a levantar... Upa!

No terceiro dia deram o medicamento e o veterinário disse :

- Infelizmente, vamos ter que sacrificá-lo amanhã, pois a virose pode contaminar OS outros cavalos.

Quando foram embora, o porco se aproximou do cavalo e disse:

- Cara, é agora ou nunca, levanta logo! Coragem! Upa! Upa! Isso, devagar! ótimo, vamos um, dois, três, legal, legal, agora mais depressa vai... Fantástico!

Corre, corre mais! Upa! Upa! Upa!!! Você venceu Campeão!

Então, de repente o dono chegou, viu o cavalo correndo no campo e gritou:

- Milagre! O cavalo melhorou. Isso merece uma festa...

'Vamos matar o porco!'

Isso acontece com freqüência no ambiente de trabalho.

Nem sempre alguém percebe quem é o funcionário que tem o mérito pelo
Sucesso.

Saber viver sem ser reconhecido é uma arte , afinal quantas vezes fazemos o papel do porco amigo ou quantos já nos levantaram e nem o sabor DA gratidão puderam dispor ?

Se algum dia alguém lhe disser que seu trabalho não é o de um profissional, lembre-se:

AMADORES CONSTRUÍRAM A ARCA DE NOÉ E PROFISSIONAIS, O TITANIC.

Procure ser uma pessoa de valor, em vez de ser uma pessoa de sucesso!!!

terça-feira, 20 de outubro de 2009